• AERJ ASSOCIAÇÃO

Morre aos 83 anos, Salvador Aiello, um dos sonoplastas mais antigos em atividade no Brasil


Foto: (Super Rádio Tupi)


O sonoplasta mais antigo da Super Rádio Tupi, Salvador Aiello, morreu na madrugada desta quarta-feira (24), aos 83 anos, vítima de um infarto. Ele estava internado desde o último sábado no Hospital Memorial, em Inhaúma, na Zona Norte do Rio.

Aiello é um dos criadores da Patrulha da Cidade, programa líder de audiência há mais de 60 anos. Nascido na Itália, no ano passado realizou o maior sonho que era voltar à terra de origem junto com a filha, Cinthia.


Tricolor de coração, Aiello era uma das grandes alegrias do dia a dia da emissora. Sempre pontual, ele gostava de chegar antes do horário, toma um café e depois então começava a trabalhar.


Ele era responsável por fazer os testes de audição de todos os novos nomes da rádio, como o do comunicador Clóvis Monteiro. “Na Rádio Tupi, quem fez o teste comigo como operador, como sonoplasta, foi o Salvador Aiello. Acontece que o nosso querido e saudoso, nesse momento, Aiello gostou do meu teste, parou todos os outros, segurou a fita que eu tinha gravado, chamou o diretor da rádio e fez ele ouvir somente o meu teste. E foi assim, que eu fui contratado. Eu costumo dizer que o Salvador Aiello foi o meu passaporte para a minha aventura do Rio de Janeiro”, afirmou o comunicador.

Outro grande nome que também começou após testes com Salvador Aiello é o jornalista Luiz Felipe Mello. “Todos os repórteres que começaram na Super Rádio Tupi, eles passaram pelas mãos do Aiello. Ele sempre teve paciência para ensinar todo mundo, a melhor forma de você gravar, de você editar. Então, o Aeillo com certeza ficou marcado na trajetória profissional de grandes repórteres. Ele sempre foi uma figura extraordinária com um alto astral difícil de encontrar”.


O comunicador Antônio Carlos falou um pouco sobre a relação com o italiano mais querido do rádio brasileiro. “Uma notícia triste que a gente recebeu pela manhã, a morte do Salvador Aiello, o italiano, como a gente costuma dizer. Conheço ele desde anos 60, na Tupi da Rua Venezuela, onde nós tínhamos o “Maracanã dos Auditórios”. Ele estava lá , jovem, eu jovem também. Os dois com aquela vontade de vencer, de fazer o rádio e isso nós conseguimos. Eu tenho certeza que a contribuição do Aiello ao rádio foi muito grande pela sua competência, pelo seu amor ao rádio. Que descanse em paz o querido Salvador Aiello”.

E a gente fecha com a voz do grande Salvador Aiello falando sobre o amor pelo rádio. “A Rádio Tupi para mim não é a minha segunda casa, é a primeira. É aqui que eu vivi minha juventude até o presente momento. Um beijo e um abraço para todos”.


Com informações Super Rádio Tupi

5 visualizações0 comentário

Av. Nilo Peçanha, nº 50 - 24º andar / sala 2413 – Centro – Rio de Janeiro  RJ  20020-100

Telefones: (21)  2220 - 1711  /  3852 - 3910

E-mails: secretaria@aerj.com.br e aerjsecretariaster@gmail.com

Whatsapp AERJ