• AERJ ASSOCIAÇÃO

Fábio Faria apresenta prioridades do MCom em comissão da Câmara

Durante audiência pública virtual com os parlamentares da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara dos Deputados, na quarta-feira (12), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, abordou temas como migração AM/FM, ativação do chip FM nos smartphones, leilão do 5G, desertos digitais e telecomunicações.


Convidado pelo presidente da CCTCI, deputado Aliel Machado (PSB-PR), a apresentar as prioridades da pasta, Faria falou sobre temas da radiodifusão e reforçou a intenção de levar a TV digital a 100% dos lares brasileiros até 2023. A tecnologia Ginga D também está nos planos da pasta: ele espera implementar a novidade em até 60% dos receptores fabricados no país até o ano que vem. “Este é um antigo pleito da ABERT que estamos atendendo”, destacou.


A ativação do chip FM nos aparelhos celulares brasileiros também ganhou destaque durante a exposição do ministro. “Chamei as empresas do setor, que aceitaram, e daremos acesso ao rádio pelo celular, sem que o usuário tenha que pagar nada por isso”, comemorou.


Faria falou ainda sobre as ações do MCom para agilizar o processo de migração de rádios AM para FM.


Sobre o 5G, o ministro afirmou que a nova tecnologia irá transformar a sociedade, por permitir que indústrias e empresas coloquem seus equipamentos em rede, aprimorando ainda mais a chamada Internet das Coisas (IoT).


Para expandir a internet aos cerca de 40 milhões de brasileiros que não têm acesso à rede, Faria reforçou a criação de duas políticas. Em comunidades com mais de 600 habitantes, será implementado o programa Digitaliza Brasil. “Todas elas terão internet 4G até 2028”, assegurou. Já em comunidades com menos de 600 moradores, a alternativa será o programa Wi-Fi Brasil, que irá beneficiar escolas rurais e de pequenas localidades.



Com informações ABERT

2 visualizações0 comentário